AGUIRRE É O QUE TEMOS PARA HOJE?

 

Torcedor Tricolor on The Rock

 

Vou usar de um título de uma coluna do meu amigo Zé Luiz, colunista deste TOTR, em forma de pergunta; afinal o trabalho do treinador uruguaio vem sendo questionado, mesmo tendo apenas dois meses de trabalho, a campanha de Aguirre não ajuda muito a frente do amado clube brasileiro afinal nos 13 jogos que disputou obteve 4 vitórias, 6 empates e 3 derrotas, um time que não vem perdendo tanto mas que empata demais, incluindo Brasileirão, Copa do Brasil, Paulistão e Sul Americana, foi eliminado aos 46 minutos do segundo tempo contra o Corinthians e perdeu para o Atlético Paranaense sendo eliminado na Copa do Brasil, na sul-americana resistiu bravamente contra o fraco Rosario Central, o time vem demonstrando uma postura valente e aguerrida, neste último domingo numa derrota que parecia certa, buscou o resultado e conseguiu empatar com o Bahia.

É um começo de trabalho de Aguirre, um técnico que sem dúvida eu não traria e a falta de títulos tem pesado contra o trabalho do uruguaio, já que posso dizer uma coisa aqui que jamais o time de Dorival Junior, o treinador anterior, teve um padrão de jogo, uma identidade; o time de Dorival era um bando em campo que não jogava nada principalmente nos clássicos e Aguirre está tendo que começar um trabalho do zero em Março, com chegada de jogadores em meio disso.

As vezes o time apresenta resquícios do mau futebol e da falta de identidade do time de Dorival; mas Aguirre comete em meio a montagem do time com o carro em movimento, dois erros enormes: a cautela excessiva que coloca o amado clube brasileiro não importa a circunstância com dois ou até três volantes, uma cautela que faz com que o amado clube brasileiro tenha feito poucos gols, ali não importa o adversário sempre o time faz e toma poucos gols, uma retranca que as vezes não funciona.

Outro fato que chama a atenção é que mesmo com as constantes falhas, Sidão é mantido no gol do amado clube brasileiro, se Aguirre queria oferecer um rodizio entre seus jogadores, parece que este rodizio não chegou ao gol do tricolor, ou seja, passa partida, vem partida e Jean não é testado e logo o investimento excessivo que foi feito não tem retorno, dez milhões de reais no banco de reservas, se Jean falhou não pode ser punido por isso.

Vejo que apesar da cautela excessiva, o tricolor cria jogadas, mas tem uma imensa dificuldade de empurrar a bola pro gol, talvez a boa conversa que houve com Diego Souza e a sua boa atuação contra o Rosário, passem a ser uma constante no amado clube brasileiro, mas vejo que ainda falta pelo menos mais um líder no meio campo além de um centroavante de verdade, a chegada destes jogadores, a saída de alguns e a parada para a copa irão melhorar muito o time de Aguirre pois o time terá tempo pra treinar coisa que até aqui não teve, uma pré-temporada e consequentemente treinos físicos e táticos irão ajustar o ainda desajustado time de Aguirre.

O São Paulo tem duas competições pela frente e nesta Copa será a oportunidade pra Aguirre demonstrar o que pode fazer, pois acho que não teve tempo e nem elenco necessário para melhorar as condições técnicas do time, acho que a nossa torcida apesar dos pesares precisa ainda ter uma coisa que não faltou nestes últimos anos sem título, paciência, que o mau futebol do tricolor possa não ser uma constante nestas partidas finais antes da parada da Copa do Mundo e que Aguirre ganha a confiança do torcedor que ainda está desconfiado com ele,particularmente ainda apoio seu trabalho apesar de não concordar em várias coisas que anda fazendo.

Grande Abraço a Todos!

Até a Semana Que Vem!

Siga-me no Twitter: @fernandocruz37