E VAMOS DE CUCA, MAS…

Destaque

Cuca é o novo técnico do São Paulo, mas deve assumir o comando da equipe apenas em abril ou maio.

Salve nação tricolor.

Pois é, com dois meses de atraso, e após a eliminação mais humilhante de nossa história nossa diretoria agiu… André Jardine não é mais técnico do São Paulo.

Cuca assume, mas não assume, o comando técnico do tricolor…

Um pouco sobre Cuca:

No início dos anos 2000 se você quisesse criticar alguém bastava chamar de zagueiro do São Paulo, o time era tão ruim defensivamente que dizer que alguém era zagueiro do tricolor poderia ser considerado uma ofensa. Em janeiro de 2004 Cuca assumiu o maior do mundo, na época ele era uma aposta; depois de uma ótima passagem pelo Goiás chegou, arrumou a casa e praticamente montou o time que viria a ser campeão de tudo em 2005… apesar do bom trabalho o time foi eliminado na Libertadores pelo Once Caldas, a torcida protestou, o técnico entregou o cardo e a diretoria aceitou.

O São Paulo precisa hoje de um treinador que tenha três características básicas: 1) vencedor, 2) experiente, 3) que tenha costas largas. Pois bem, Cuca tem essas três características além de ser um montador de time, logo a contratação perfeita para o momento. A diretoria não poderia escolher um nome melhor, estão de parabéns pela escolha.

Mas…

Ontem eu li que Cuca só poderá assumir o comando do time em abril, em uma outra reportagem falavam em maio de 2019; a pergunta que fica é: Não é tarde para se iniciar um trabalho? Afinal o clube já estará disputando a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Mancini vai assumir o time interinamente, mas será que o interino vai rezar a cartilha de Cuca? Vai montar um time com a cara e características do treinador titular? Pensando num cenário em que o time jogue bem e faça uma boa campanha no Paulista poderemos dizer que é o trabalho de Cuca, mas e se for mal? Será o trabalho de Mancini e Cuca começa tudo do zero em maio? Vai dar tempo?

Faço essas indagações porque na mesma medida que acho a contratação espetacular pelo nome escolhido acho que a forma com que foi feita é temerária… dois ou três meses no futebol é muito tempo, no futebol brasileiro é quase um ano, no São Paulo é quase uma eternidade e muita coisa pode acontecer.

Como sempre estaremos aqui apoiando o São Paulo de Mancini e depois o São Paulo de Cuca, como sempre apoiamos; mas penso que essa observação sobre o tempo entre a contratação e ele assumir de fato é necessária e esse período precisa ser muito bem trabalhado pela diretoria, pois existe uma chance grande de quando ele assumir o ano já estar perdido…

Seja bem-vindo Cuca, boa sorte São Paulo.

Um abraço aos amigos, fiquem bem.

Siga no twitter: @Guine_SPFC