EMPATE FUTEBOL CLUBE

Tricolor

Empate Futebol Clube

Não é de hoje que o São Paulo vem gerando muito desânimo no seu torcedor, com raros momentos de respiro e empolgação, que ao final verifica-se não passarem de mera ilusão.

Mas é aquilo que sempre se diz: clássico é clássico. O tabu de nunca termos conseguido vencer em Itaquera parecia próximo de cair nesta rodada, devido à má fase do rival. Mas eis que por uma postura covarde do técnico e pela falta de garra do elenco desperdiçamos essa chance de ouro! Nem mesmo com um jogador a mais em campo durante 45 minutos, após a expulsão de Araos por agressão clara a Reinaldo (e que, diga-se de passagem, estava distribuindo agressões impunemente), o Tricolor conseguiu se fazer respeitar. O empate, mais uma vez, foi tudo o que alcançamos na partida.

Todos sabíamos que a ambição do São Paulo para 2018 era uma vaga na Libertadores e não o título no Campeonato Brasileiro, mas a expectativa que se criou no 1º turno deixou boa parte da torcida confiante. E de repente, não mais que de repente, pisamos no 2º turno e de Soberano nos tornamos o Empate Futebol Clube! Nem o fator casa foi mais determinante para nós. O Morumbi parece ter se tornado território neutro, onde cedemos sucessivos empates.

Hoje ainda tivemos a notícia de que Aguirre foi demitido. Isso logo antes de um confronto direto contra o Grêmio. Há quem afirme que foi melhor assim, pois perigamos nem conseguir a vaga para a Libertadores. Mas atuando da maneira como vem atuando, será que o São Paulo é mesmo merecedor dessa vaga? Será que o Tricolor tem condições de disputar de igual para igual o torneio em questão?

Esperemos que André Jardine, que assume o comando da equipe até o fim da temporada, tire leite de pedra dessa equipe limitada que, com aflição, assistimos desde agosto “defender” as nossas 3 cores. E fica a torcida para que haja um planejamento sério para 2019, com reforços que sejam decisivos, sobretudo para o gol!

Siga no twitter: @Dias_Aninha