LIÇÕES DO VICE-CAMPEONATO

Blog Tricolor

Torcedor Tricolor on The Rock

 

Foi um domingo triste para a torcida são-paulina, porque nunca o time do Morumbi esteve tão perto de uma conquista. Mas algumas situações fizeram com que este título voasse das mãos do tricolor e aos 43 minutos (sempre no final) a exemplo do Paulista 2018, perdemos a chance de ser campeões. Faltou ousadia a Cuca como bem destacou o amigo Amaury Miranda na sua coluna, porém acho que alguns jogadores não respiram o DNA vencedor que o time precisa e isso foi evidente na partida em Itaquera domingo.

O maior erro de Cuca foi sem dúvida ter entrado com Jucilei no domingo, o volante não tem condições físicas e nem velocidade para acompanhar as jogadas do meio adversário, assim mesmo Cuca escalou e o volante foi um desastre… perdendo todas as bolas para o já fraco meio corintiano. O São Paulo chutou uma vez a gol, no mais se limitou a se defender, uma falta de coragem imensa de Cuca e talvez isso tornou a derrota tão dolorida.

Reinaldo é um caso curioso, teve talvez a pior atuação individual de um jogador tricolor numa decisão, escrevi aqui no ano passado que admirava o seu espírito de luta e sua vontade de dar a volta por cima de suas dificuldades pessoais, porém não é um jogador que tem porte de decisão, é um cara que errou quase todas as jogadas que fez, além de os dois gols corintianos terem sido construídos pelo seu lado, ficou provado para quem ainda defendia o lateral tricolor que é jogador de time pequeno, daqueles pra times que não tem pretensões de vencer títulos.

Reinaldo afundou o São Paulo e sera um equívoco Cuca insistir na sua manutenção como titular do tricolor. Mas sem dúvida pra um time que até um mês atrás estava desacreditado chegar a uma decisão foi um feito e tanto e dela se devem tirar algumas lições para a disputa do Brasileiro e da Copa do Brasil, títulos que ainda restam ao tricolor disputar.

Um time não deve nunca entrar para não perder como o São Paulo fez, mil vezes perder jogando e atacando o adversário do que o futebol anêmico e ridículo que fez que o time dê um único chute a gol como o São Paulo fez, o São Paulo também precisa de elenco e de peças de reposição. Parece claro que temos um goleiro e um goleiro muito bom, uma zaga boa já que Bruno Alves esteve na seleção de melhores do Paulista e Luan, um excelente primeiro volante, que mesmo sendo um garoto, tem jogado muita bola além dos reforços que chegaram: Tchê Tchê, Pato, Vitor Bueno, as esperanças de gols e de um futebol melhor acendem a esperança no torcedor tricolor. Fundamental a chegada de mais um atacante, de um lateral para o lado esquerdo e direito e mais um nome para a zaga, já que a permanência do equatoriano Arboleda é incerta.

Fundamental que Cuca olhe com carinho para a parte médica do clube, o trabalho do médico Dr.José Sanches tem que ser muito questionado, um absurdo que tantos jogadores estejam contundidos, um absurdo o caso de doping de Gonzalo Carneiro, contrata-se um determinado jogador não pelo ele pode oferecer ao clube sim para agradar um empresário, isto mostra de forma claro o quanto o trabalho médico e fisiológico do São Paulo é superado, pequenos detalhes que fazem sim a diferença numa disputa de títulos, outro absurdo descobrir-se apenas depois que Pablo tinha um cisto na coluna, coisas que são de um amadorismo impressionante. São coisas que preocupam e devem ser observadas sim, já que o São Paulo começa sábado sua disputa do Brasileiro contra o Botafogo e num campeonato tão longo, um elenco preparado e sem tantos contundidos é fundamental para o time fazer bonito. Acredito muito no trabalho de Cuca e neste time em especial nestes garotos batalhadores e vencedores, que saíram chorando da final, resolvendo alguns problemas pontuais do time, o São Paulo tem tudo pra ainda fazer história nesta temporada,apesar dos péssimos dirigentes do clube.

Grande abraço a todos!

Até sexta-feira com a coluna especial do cartola

Siga-me nas redes sociais:

Twitter: @fernandocruz37

Instagram: fercione