MAJESTOSO: É VENCER OU VENCER!

 

Saudações, Nação do Morumbi!

Difíceis os últimos jogos, né? Muitos desfalques, alguns atletas despencaram de rendimento, os adversários começaram a neutralizar nosso ataque, que até então era o ponto forte da equipe, e ainda está claro para nós torcedores que o condicionamento físico dos atletas não suporta esta maratona de jogos empurrada goela abaixo pela CBF e companhia – e já que não há cara nem coragem para peitar a Confederação, é preciso haver modificações neste tipo de treinamento, uma vez que os jogadores claramente não suportam a intensidade nos 45 minutos finais das partidas.

Imagem fonte: torcedores.com

Desde o Choque-Rei o São Paulo FC não consegue triunfar, de lá pra cá são três empates contra ABC-RN, Ituano e Botafogo-SP todos eles por 1×1. Além de a defesa continuar levando gols, nosso ataque desacelerou. Mas existe jogo melhor para reerguer e recolocar a equipe nos trilhos que um clássico no Sacrossanto lotado contra o maior rival? É certo que não teremos Cueva (leia-se CUEV4DOR) e Pratto para a partida de amanhã, duas das principais referências do elenco, mas, por outro lado, temos Gilberto (antes zoado, agora Golberto) um dos artilheiros do Paulistão, esperamos contar com aquele Luiz Araújo ousado e artilheiro que fritou o peixe dia desses, além do retorno da zaga titular acompanhada de Renan Ribeiro – até então, melhor opção pro gol no meu ponto de vista.

Não será o time ideal porque além das duas baixas já citadas acima, não teremos (ou não temos?) lateral direito – um problema crônico há bastante tempo. Mas apesar dos pesares, é vencer ou vencer. Sempre é. Nada menos que a vitória, nada aquém dos três pontos. Se em campo faltarão peças, a esperança é que ao redor dele teremos mais de 50 mil São Paulinos empurrando e apoiando, gritando e cantando pelo time durante os 90 minutos. Que o São Paulo FC se lembre de jogar como São Paulo FC, é dia de Majestoso!

Avante, meu Tricolor!

Twitter e Instagram: @VicktoriaMeira

Sobre Vicktoria Rodrigues 70 Artigos
Goiana, estudante de Educação Física e desde sempre absolutamente apaixonada pelo São Paulo FC.