MELANCOLIA EM CHAPECÓ

Melancolia em Chapecó

 

Boa tarde tricolores, nesse domingo se encerra o Brasileirão e o ano futebolístico dos clubes brasileiros.

 

Para alguns o ano foi bom; para outros, médio e para nós…. Bem para nós foi (digamos) no mínimo confuso.

 

Um primeiro trimestre péssimo (os mortos do Dorival), um segundo trimestre que começou promissor (mesmo com a perda da vaga no paulista em Itaquera) um começo razoável e depois a maravilhosa arrancada no Brasileirão…

 

Mas depois…… O drama desse interminável returno, com apresentações pífias, elenco (segundo alguns) rachado, jogadores (também segundo alguns) em panelinhas, técnico demitido, interino efetivado, mas a bolinha…. A mesma das rodadas anteriores, e nós torcedores sofrendo, apoiando….

 

Mas até no nosso caso a paciência acabou (vide publico das últimas rodadas em casa), agora vamos para a ultima rodada em Chapecó, e por incrível que pareça com chances matemáticas de G4 (mas pela bolinha que jogamos se fosse G0, G-1 estava de tamanho condizente), mas depois das duas ultimas chances desperdiçadas (e olha que o grêmio foi bem legal conosco), esse time deve ir a Santa Catarina em ritmo de férias, jogar a mesma bolinha burocrática do 2º turno e nos fazer passar raiva de novo.

 

Pois é vamos apoiar pois esse é nosso papel, mas que está difícil isso está…. E assim caminhamos para mais um fim de ano, com cara de fim de feira que virou o grande SPFC….

 

Abraços a todos,

Douglas – Siga no Twitter: @douglasddr1984

 

Obs. : Nem vou me dar ao trabalho de falar sobre o craque Léo (não falo o apelido em respeito ao REI)

Sobre Douglas Araujo 13 Artigos
Douglas Araujo, 37 anos nascido em Diadema. Gestor de RH por formação, são-paulino que sofre que vibra se emociona mas não perde a esperança nunca.