MORUMBI – 57 ANOS DO GIGANTE

 

Torcedor Tricolor on The Rock

Dia 02 de Outubro, o Morumbi, o sacrossanto, a nossa casa fez aniversário, é sempre uma emoção grande ver jogos, shows e partidas e é sempre uma sensação indescritível voltar e percorrer as arquibancadas do estádio do mais querido, na primeira vez que estive em 2011 no Morumbi, foi como estar na própria casa, tal é a sensação boa de poder estar no estádio e nas outras 4 vezes que retornei sempre a emoção foi a mesma, já descrevi nestas linhas que é complicado ir ao Morumbi para quem depende de condução,mas o estádio localizado na Praça Roberto Gomes Pedrosa proporciona uma emoção que só o São Paulino sente com todo o respeito as demais torcidas.

O Estádio do Morumbi recebeu o nome de Cícero Pompeu de Toledo graças a uma homenagem de Laudo Natel ao presidente São Paulino que começou o projeto de construção do estádio.

Nos primeiros anos de sua existência, o São Paulo utilizou como sede e campo  um local chamado Chácara da Floresta (localizada à esquerda da Ponte das Bandeiras junto ao rio Tietê, na zona central da capital paulistana). Daí ser empregado o nome de São Paulo da Floresta, quando se fala do início do tricolor.

Quando o clube foi refundado em dezembro de 1935, não tinha um campo próprio, situação que perdurou até 1938, quando a união com o Estudante Paulista rendeu ao São Paulo a posse do campo da Mooca pertencente à Cervejaria Antartica. Em 1940, passa então a jogar no estádio do Pacaembu.

Em 1944, o São Paulo adquiriu o estádio do Canindé, por doze milhões de cruzeiros que passou a ser o seu campo. Mas o Canindé só era utilizado como sede social e local para treinamentos; a área era pequena para a construção de um grande estádio e então surgiram ideias e projetos para a viabilização de uma praça esportiva em algum outro local da cidade.

O sonho de construir um grande estádio começou a se tornar realidade. A ideia inicial era a área onde atualmente encontra-se o Parque do Ibirapuera, na época uma região com muitos alagamentos, mas o então vereador Jânio da Silva Quadros impediu que o clube recebesse a área da prefeitura. O local escolhido foi uma área na região do Morumbi, praticamente desabitado, que estava em processo de loteamento imobiliário.

Em 4 de agosto de 1952 o terreno foi doado para a construção do Morumbi pela Imobiliária e Construtora Aricanduva que era de propriedade de Adhemar Pereira de Barros, então Governador de São Paulo. Neste mesmo ano, 1952, o presidente do clube, Cícero Pompeu de Toledo, procurou Lauro Natel, diretor do Banco Bradesco, propondo a ele que assumisse um cargo no clube. Em 1952, o governador do Estado de São Paulo era então Lucas Nogueira Garcez . Laudo Natel como era diretor do Bradesco, não ex-diretor em 1952, e não tinha nenhum cargo político ou exercia algum, tampouco poderia ser vice-governador. Laudo Natel somente entrou para a política em 1962,  Tomou posse do cargo em 31 de janeiro 1963, e não era vice de Adhemar, e nunca foi, pois as eleições para governador e vice eram independentes à época. A Imobiliária e Construtora Aricanduva S/A era presidida por João Jorge Saad, genro de Adhemar de Barros e dono da Rádio e Televisão Bandeirantes.

Em 15 de agosto de 1952, após a benção dos terrenos foi lançada a campanha pró-construção do Morumbi. Foi eleita uma comissão constituída pelo presidente Cícero Pompeu de Toledo e pelos seguintes nomes: Piragibe Nogueira (vice-presidente); Luís Cássio dos Santos (secretário); Amador Aguiar (tesoureiro); Altino de Castro Lima, Carlos Alberto Gomes Cardim, Luís Campos Aranha, Manoel Raimundo Pais de Almeida, Osvaldo Artur Bratke, Roberto Gomes Pedrosa, Roberto Barros Lima, Marcos Gasparian, Paulo Machado de Carvalho e Pedro França Filho Pinto. Iniciava-se então, uma nova fase na vida do amado clube brasileiro.

Parte do dinheiro da venda do Canindé (vendido à Lusa em 1956) foi revertido em material de construção. Toda a receita do clube também foi investida na construção do estádio, ficando o time num segundo plano,por isso o São Paulo ficou um longo período sem conquista de títulos vendo a supremacia de Santos e Palmeiras. As obras para a construção do novo estádio começaram em 1953.

O projeto do estádio do Morumbi teve a criação do arquiteto Vilanova Artigas, um dos principais representantes da “escola paulista” da arquitetura moderna, Num determinado momento, uma troca foi proposta pela prefeitura que ficaria com o Morumbi e o São Paulo, com o Pacaembu. Mas Laudo Natel, apoiado por toda a diretoria, prosseguiu a batalha, após a morte de Cícero Pompeu de Toledo.
Com sangue, suor e lágrimas em sua construção, o estádio do Morumbi foi finalmente inaugurado em 02 de Outubro de 1960, onde o São Paulo ganhou do Sporting de Portugal num amistoso por 1×0 gol do atacante Peixinho, 57 anos se passaram e o São Paulo foi terminando seu estádio e recebeu o codinome de maior estádio particular do mundo, um título justo e que por muitos anos recebeu não só os jogos do amado clube brasileiro como os jogos grandes de todos os chamados grandes da capital,entre 1994 e 1996 o estádio precisou passar por reformas em sua estrutura onde foram colocados amortecedores de estádio,coincidência ou não o clube passou um período sem grandes títulos.

O Morumbi sempre esteve presente nas grandes conquistas do amado clube brasileiro, nas libertadores, nos campeonatos brasileiros (a exceção de 1977 onde o São Paulo decidiu por pênaltis contra o Galo em Minas Gerais e em 1986 contra o Guarani em Campinas) a comunhão entre time e torcida fez a diferença em todas estas conquistas e faz novamente nos momentos difíceis como neste ano onde o São Paulo briga para sair e saiu graças a deus do z4 do Brasileirão, agora o São Paulo se afastará de seu estádio devido a diversos shows que acontecerão no Morumbi.

Grandes e históricos shows passaram pelo Morumbi nos seus 57 anos de existência: Queen em 1981, Kiss em 1983, Hollywood Rock em 1988, 1990 e 1993 com bandas como: Red Hot Chili Peppers, Nirvana, L7, Michael Jackson em 1993, Madonna em 1993, 2008 e 2012, Paul McCartney em 2010, U2 em 2006, 2011 e agora em 2017, Black Sabbath na sua turnê de despedida em 2016, Rolling Stones em 2016, Foo Fighters dentre muitos outros grandes e históricos shows.

Morumbi um lugar mágico, a casa da torcida tricolor, a casa que está paga e é um dos bens mais preciosos do São Paulo Futebol Clube, um lugar que dá muito orgulho de poder torcer e visitar, muitas histórias estão registradas neste estádio de tantos times históricos e campeões,estádio que foi cotado para ser sede da Copa do Mundo de 2014, numa jogada política de nossos adversários foi cortado, erguendo-se um estádio caro,deficitário com dinheiro de origem duvidosa que infelizmente ainda vamos descobrir neste mar de noticias ruins que abateu o nosso país,na verdade o Morumbi já faz parte da história onde foi palco de muitos títulos até mesmo de nossos rivais,um estádio que é único, numa torcida que é única.

57 anos de muitas glórias e de muito sucesso e torço que estas glorias continuem sempre pro nosso amado clube brasileiro.

Grande Abraço a Todos!

Até a Semana Que Vem!

Siga-me nas redes sociais ali discutimos ideias e fazemos amizades.

Twitter: @fernandocruz37

Instagram: fercione