NO MUNDO NADA SE CRIA, TUDO SE COPIA

 

São Paulo Futebol Clube. Dentre os ditos Grandes, o mais jovens. Muitas e muitas décadas áureas e ascensão meteórica. No começo dos anos 90, diziam que éramos a 7 maior torcida do País. Hoje estamos consolidados na 3ª. Mas os tempos de outrora, a muito estão distantes.

Time memoráveis com os dos anos 70 com Pedro Rocha e Chicão; dos menudos do Morumbi da década de 80, do Mestre Telê, da saudosa geração de 90 e o time da grande passagem do Mito Rogério Ceni, que passou por mais de 25 anos no clube e conquistou quase tudo que pode.

Se antes éramos o exemplo; o clube moderno, soberanos, hoje é apenas mais um na multidão. Caímos em soberba e nos diversos erros administrativos e dentro do campo. Nesse período de seca, vários nomes passaram no comando técnico do time do Morumbi, e a cada técnico, um novo estilo e um novo pacote de pedidos estranhos e jogadores escanteados, que acabam ou no banco eterno ou emprestados para outras equipes, com o São Paulo pagando parte do salário, inchando a nossa folha e pouco ou quase nada contribuíram em campo.

Bom, então porque não abaixar a cabeça, reconhecer que não está no topo no momento e curtir o exemplo de quem está? E quem seria o Exemplo? O Exemplo é o, também multi campeão Grêmio de Foot-Ball Porto Alegrense, que também passou por anos e anos de seca, trocas de técnicos constantes, jogadores e mais jogadores falhando com sua camisa, viu seu rival ganhar de tudo, e no fim, se reergueu…

Hoje o Grêmio é um time extremamente competente, jogando o fino, com um elenco recheado de jogadores desacreditados e garotos muito talentosos de sua bela base. Mas o São Paulo está tão atrás assim do Grêmio. Na prática sim, na teoria nem tanto. Temos também muitos talentos e jogadores de seleção, porém, muito abaixo do que se esperava. Temos ótimos talentos em nossa base, mas salvo exceções, pouco utilizados. E ainda temos trocas e trocas de treinadores que dificultam a criação de um padrão de jogo.

Ah, então o Grêmio não é tudo isso e o São Paulo pode voltar a ser bicho papão a qualquer momento? Novamente, na teoria sim. Na prática… Grêmio, além do muito bem treinado, vai para o terceiro ano seguido jogado igual, mesmo com mudança de técnico no caminho. O processo não é tão simples, mas pode dar frutos. O nosso elenco, sendo justos, é muito bom, mas sem padrão, uso regular das peças em suas melhores funções e calma e paciência, a execução sempre será falha.

Eu ainda acredito no São Paulo. O nosso norte está no Sul do país, em outro tricolor, basta querer enxergar…

Siga no twitter: @CFCeSPFC

Sobre Vitor Lima 9 Artigos
Vitor Lima é Professor de Geografia, estudante de Pós graduação em Economia e Finanças, 27 anos de amor ao tricolor.