O FATOR DE RISCO SIDÃO

Torcedor Tricolor on The Rock

Já não é de hoje que Sidão vem provocando pesadelos no torcedor tricolor, com uma sequência de más atuações, o camisa 12 cada vez mais demonstra não estar a altura de ser titular do gol tricolor, as falhas no clássico e derrota contra o Palmeiras foram a gota d’água de uma relação que vem desgastada entre torcida e jogador, Sidão não tem os mínimos fundamentos necessários para justificar sua titularidade no gol tricolor: saída de bola, elasticidade e principalmente senso de cobertura.

Sidão chegou por indicação de Rogério Ceni, que a época elogiou sua capacidade de sair jogando com os pés, após o título da Florida Cup, que pronunciava uma carreira gloriosa no mais querido, Sidão começou a falhar e ser decisivo em derrotas e mais derrotas da equipe de Rogério, perdendo sua vaga para Denis e depois Renan Ribeiro, confirmou a sina de que nenhum jogador se firmou no gol após a aposentadoria do mito.

Com Dorival, retornou a titularidade e com mais atuações sofríveis começou a ser questionado, em meio a isso tudo o São Paulo investiu seis ou 10 milhões, não se sabe o valor com exatidão em Jean, uma das boas revelações do Brasileirão de 2017, Jean começou a ser titular, mas algumas falhas também o fizeram perder a posição para Sidão novamente, em meio a isso tudo mais uma confusão Jean e Sidão trocaram “gentilezas” em uma rede social, onde o goleiro camisa doze publicou vídeo se gabando de suas defesas.

O camisa um respondeu com um mal caráter nesta mesma rede social, em coluna que foi publicada neste TOTR a época defendi que nenhum dos dois poderia ser titular do mais querido, um por pura incapacidade técnica (Sidão) e outro porque não tinha maturidade suficiente pra isso (Jean), com as más exibições de Sidão, cada vez mais um goleiro experiente e vencedor se faz necessário para dar segurança e estabilidade ao mais querido.

Sidão tem uma história de superação e de vida que respeito muito, o fato de quase ter desistido do futebol onde chegou a trabalhar de segurança por um breve período mostra que ninguém deve desistir de sons sonhos, o fato é que além de tudo o camisa 12 se mantém titular inclusive recebendo a braçadeira de capitão graças a ser um cara bom de grupo e de relacionamento fácil.

Mas acima de ser uma boa pessoa, o que deve prevalecer para jogar num time gigante como o São Paulo é a boa qualidade técnica e isto definitivamente Sidão não tem e nunca teve e não é o erro contra o Palmeiras, decisivo pro resultado do clássico e sim a sequência de más atuações que evidenciam que Sidão não pode ser titular, seus números de falam por si, em 27 jogos e sofreu 23 gols, ou seja uma média de 0,85, um gol por jogo, uma média absurda e desproporcional pra um goleiro ser titular, como setores do São Paulo, dizem que Sidão é bom de grupo, ele bem que poderia figurar no grupo mas nunca como titular.

Manter Sidão como titular é um risco para Aguirre e para o time, o São Paulo sentiu psicologicamente as falhas gritantes de Sidão no clássico e sem dúvida alguma não será o jogador que vai dar segurança defensiva ao amado clube brasileiro, se for  mantido no time titular, o risco de um fracasso tricolor na temporada será enorme, ainda acredito que o sucesso irá acontecer mas isso passa pela presença de um goleiro de qualidade e mais experiente, que venha um outro goleiro nesta parada para a copa,será fundamental para o time dar confiança a todo torcedor tricolor.

Grande Abraço a Todos!

Até a Semana Que Vem!

Siga-me nas redes sociais ali discutimos ideias e fazemos amizades sempre.

Twitter:@fernandocruz37

Instagram: fercione

Sobre Fernando Cruz 133 Artigos
Fernando Pereira,42 anos,técnico contábil,formado em administração de empresa,passou pelo blog Isto é SPFC,torcedor do tricolor do Morumbi e rockeiro desde sempre!