A CARA DO FRACASSO

Blog Tricolor

Torcedor tricolor on the rock

 

Com uma média de gols que beira o ridículo: 0,92 gols por jogo, e com um artilheiro com apenas seis gols (!) o São Paulo cruza muitas bolas na área e não consegue marcar gols. O resultado é o que time do Morumbi sofreu mais uma vexame nesta quarta feira quando perdeu para o Goiás por 1×0 pela 21ª rodada do Brasileirão, isso mostra evidentemente que refém de um esquema apenas, Cuca não está conseguindo dar padrão de jogo ao tricolor.

Sempre fui aqui um dos que mais quiseram ver Cuca trabalhando no Morumbi, pois tem um curriculum vitorioso e de muitos títulos, mas parece que a letargia do diretor de futebol Raí contagiou o trabalho do treinador e o que vemos é um time com muita dificuldade para atacar o adversário e furar as retrancas.

Um time que não tem personalidade e que é refém de um departamento médico que joga contra o time ontem mais uma vez em pleno mês de Setembro perdemos mais uma vez um jogador por contusão. Desta vez a vítima foi Toró,uma situação que desanima o torcedor e que mantém o trabalho do departamento médico em cheque.

Fica claro que técnicos vencedores como Tiago Nunes no Athlético-PR vem tendo tempo para dar sequencia ao seu trabalho, mas parece que a falta de hierarquia do diretor de futebol Raí contamina o ambiente do clube e faz com que jogadores exijam jogar em determinadas posições. O caso mais grave na minha opinião foi de Hudson, que não aceitaria jogar e colaborar com o time sem ser como volante da equipe. Agora, como se fosse uma casa da mãe joana, Daniel Alves diz que não aceita jogar na lateral direita. São coisas que mostram que além da falta de comando do diretor de futebol Raí, Cuca perdeu o comando do grupo.

O fracasso de Cuca é o fracasso da presidência comandada por Leco que gastou os tubos e mal para montar o elenco, do diretor de futebol, Raí, que não tem a capacidade de estar aonde está e do trabalho do técnico que não é respeitado pelo elenco. De todas as partidas do Brasileirão, a única vez que o São Paulo apresentou lampejos de bom futebol foi contra o então líder Santos no segundo tempo, quando quer o elenco do São Paulo joga bola mas parece mais uma vez não haver interesse em jogar com o técnico.

Cuca não aguentou a pressão e pediu demissão do comando técnico do São Paulo, seu trabalho pífio e sem resultados foi indefensável. O São Paulo investe em um técnico ainda pior e que possui um aproveitamento pífio na série A: Fernando Diniz. Cada vez mais sem convicção do que irá decidir na temporada, o São Paulo tomou uma decisão na minha visão ainda mais equivocada.

Garotos como Helinho já mostraram que não são solução para a equipe, em todas as partidas que entram não produzem nada de novo para a equipe. Assim como já disse aqui na semana passada fica claro que o G4 será um título pra tanta incapacidade administrativa e técnica. A saída de Cuca talvez mexa com o elenco porque o seu trabalho não acrescentou nada a equipe, o futebol involuiu com o técnico. Com tantos jogadores descompromissados e com uma diretoria de futebol tão ruim, infelizmente é real a falta de perspectiva para 2020,o último ano da administração Leco, o que assusta e muito.

Contratar Fernando Diniz só ressalta o quanto o planejamento pífio do São Paulo fracassou na temporada. Não era mais uma vez o momento de se investir em uma aposta, mesmo que seja um contrato de risco e até o fim do ano, o fracasso que tomou conta das decisões do São Paulo parece que será a tona de todas as decisões do tricolor.

Grande abraço a todos!

Até a semana que vem!

 

Siga-me nas redes sociais

 

Twitter: @fernandocruz37

Instagram: fercione