O VERDADEIRO ADVERSÁRIO

Você, torcedor tricolor, já parou para se perguntar quem é realmente o maior adversário do São Paulo atualmente? Pois bem, te elucido dizendo que não se trata de Internacional, nem mesmo Palmeiras. O principal e maior adversário do Tricolor do Morumbi tem sido ele mesmo! Foram 2 pontos desperdiçados diante do lanterna do campeonato logo no início do 2º turno (o que já sinalizava a dificuldade que estávamos por enfrentar), mais 2 pontos jogados fora contra o América-MG no próprio Morumbi e agora outros 2 contra o Botafogo no Engenhão. Deixo claro que só não considero os 2 pontos contra o Fluminense um desperdício do clube em si, dada a interferência evidente e direta da arbitragem no resultado daquela partida.

Mas o fato é que o SPFC precisa ter em mente que ele próprio tem se autossabotado na briga pelo hepta. Há empates que facilmente poderiam ter sido vitórias, mas foram gentilmente cedidos para os oponentes (muitos deles fracos, diga-se de passagem). Quando o time tem condições de voltar a depender tão somente de si, joga por água abaixo tamanha oportunidade e teima em seguir na dependência dos rivais, sempre de olho nos resultados alheios, gerando um ambiente ainda mais ansioso, que passa a se refletir na atuação dentro de campo. E não saímos desse círculo vicioso.

Muitos criticam os torcedores que expõem a sua nítida sensação de que o time não está muito preocupado com o caneco, mas estariam esses torcedores errados? Afinal, temos verificado que diversos pontos fáceis de somar foram malbaratados. Diante do cenário que inicialmente tracei, poderíamos estar isolados na liderança, com 58 pontos, garantindo uma certa tranquilidade diante da sequência incômoda que o Tricolor precisará enfrentar em breve: Palmeiras (C) e Inter (F) nas próximas duas rodadas e, mais adiante, Corinthians (F), Grêmio (C) e Cruzeiro (C).

Verdade seja dita: as próximas duas rodadas serão cruciais para definir se o Soberano tem condições de brigar pelo hepta ou não. Teremos duas finais seguidas e todos os pontos que o clube jogou fora ao longo deste turno – sob a alegação de muitos torcedores de que não fariam falta – viraram cruciais e precisarão ser compensados.

É claro que entendemos que com o fim do Brasileirão se aproximando, a briga na tabela fica cada vez mais acirrada e os jogadores mais desgastados tanto física quanto emocionalmente, mas esses fatores existem para todos os clubes do campeonato. Assim, é preciso resgatar a garra e a raça dentro das quatro linhas para lutar por 3 pontos a cada rodada!

Um time que teve um 2017 pavoroso, perigando conhecer a série B, e nem assim perdeu para o seu atual próximo adversário em casa não pode fazer feio logo este ano, brigando pelo título! Portanto, hoje é dia de lotar o Morumbi e fazer o Palmeiras tremer novamente diante da força da nossa torcida, mantendo o tabu de 16 anos!

Siga no twitter: @Dias_Aninha

Sobre Ana Dias 3 Artigos
Aninha é paulistana, advogada, integrante da webrádio Tricolor FC, ex-palmeirense (quando criança) devidamente levada para o bom caminho pelo irmão e pelo pai. Hoje são-paulina roxa, sabe mais de SPFC do que ambos. Órfã assumida de Rogério Ceni desde sua aposentadoria dos gramados.