Os 10 melhores lançamentos do 1° semestre de 2013

top10-2013

Partindo da premissas que toda e qualquer lista de melhores disso ou daquilo são subjetivas, apresento aqui minha lista com os 10 grandes álbuns lançados oficialmente nesse primeiro semestre de 2013. Como você vão perceber, foquei em lançamentos internacionais abrangendo o hard rock e o heavy metal mais clássicos. A ideia é provocar a discussão e não dizer que tal banda é melhor que a outra. Confiram:

1. Black Sabbath – 13
BlackSabbath13
A ‘volta’ do Black Sabbath com três de seus membros originais em si já seria um grande evento. Com álbum de inéditas, então, é possivelmente o acontecimento rocker do ano. Não procurem modernices ou outras invenções. Nem canções felizes. É ‘sabá’ clássico, com a rifferama de Iommi e seus temas longos e obscuros. Destaques: The end of the beggining, God is dead?, a ‘viajante’ Zeitgeist e “Age of the Reason”:

2. Megadeth – Super Collider

megadeth-super_collider Acho que vi de quase tudo nessa vida, menos um disco ruim do Megadeth. E acho que vai continuar assim por muito tempo porque em ‘Super Collider’ Mustaine & Friends acertam a mão mais uma vez. Ainda que a faixa-título tenha causado celeuma entre alguns fãs por ser um pouco mais ‘pop’ o que não falta é riff de entortar o pescoço. Destaques: a faixa título, ‘Kingmaker’, ‘Burn’ e ‘Forget to Remember’:

3. Saxon – Sacrifice

Sacrifice-cover
Se alguém um dia me pedisse para definir o que é heavy metal em sua forma mais ‘pura’, acho que lhe daria um álbum do Saxon para exemplificar. Embora a banda tenha tido uma fase mais hard heavy do que metal propriamente dita, ‘Sacrifice’, assim como outros álbuns mais recentes da banda, aposta no que convencionou-se de chamar de ‘metal tradicional’. E Biff Byford pode até estar a cara daquela sua tia velha, mas ainda canta muito. Destaques: Guardians of the tomb, Warriors of the Road, Made in Belfast, Stand up and Fiqht, Standing in a queue e a faixa título Sacrifice:

4. Crashdiet: Savage Playground
88765440292Booklet.inddO Crashdiet faz o que convencionou de chamar de ‘sleaze rock’, que é um hard rock com algumas influências punk na sonoriedade e inspirados por bandas como Guns n’ Roses, Skid Row e Motley Crue. O álbum Savage Playground é um novo clássico do gênero, com músicas com ótimos refrões e boas letras, além de um leque maior de variações rítmicas em comparação aos seu antecessor. Melhores faixas: Cocaine Cowboys, Anarchy, California e Snakes in Paradise:

5. WET – Rise Up!

WET-rise-up-COVER

O WET é uma verdadeira seleção de estrelas do hard rock / melodic rock. E o ‘capitão do time’ é o vocalista Jeff Scott Soto que com sua voz poderosa nos brinda com grande canções como Rise Up, Learn to live again, On the Run e What you want. Indispensável a qualquer fã do estilo:

6. Avantasia – The Mistery of Time

avantasia-the-mystery-of-time-12x12cm
Falando em seleção, o Avantasia, se tem alguém que ainda não conhece, é o projeto (?) do vocalista alemão Tobias Sammet que invariavelmente traz convidados ilustres no que há de melhor no Har/heavy/power metal. Por exemplo, desta vez a ‘metal opera’ contou com a participação de Bob Catley (Magnum), Biff Byford (Saxon), Eric Martin (Mr. Big), Michael Kiske (eterno ex-Helloween) entre outros. Ainda que a fórmula seja um pouco gasta, grandes momentos ficam por conta de ‘Spectres’, ‘Black Orchid’, ‘What’s left of me’ e ‘Dweller in a dream’:

7 – Deep Purple – Now What?!?

deep_purple_now_what_1370344386
Quando uma banda como o Deep Purple lança um álbum novo, há sempre a esperança de que um novo clássico seja criado. Mas parece que não foi dessa vez. É óbvio que são todos craques em seus instrumentos, mas a sensação que se tem é que faltam aquelas músicas que grudem na cabeça, como a banda já produziu as dúzias em sua carreira. Mesmo assim quem gosta de rock clássico deve parar para ouvir e tirar suas próprias conclusões. Destaques: A Simple Man, a animada Body Line, a progressiva “Uncommon Man” e a rocker Hell to Pay:

 

8. Pink Cream 69 – Ceremonial

ceremonialcd

Mais um grande álbum do quinteto anglo-alemão. Hard Rock bastante melódico reproduzindo a sonoridade característica da banda. Destaques: Special, a balada The Tide, I came to rock e Big Machine:

 

9. Skid Row – United World Rebbelion

81BmHg+RDEL._SL1500_

O EP United World Rebellion, é o terceiro trabalho de estúdio do Skid Row com Johnny Solinger nos vocais. E com ele a banda parece ter retomado um pouco da sonoridade que a levou ao topo. Uma pena serem apenas 5 músicas… Destaque para a faixa “Kings of Demolition”:

10. Bon Jovi – What about now

bon-jovi-what-about-now-album-cover-1363035575

Embora o Bon Jovi tenha se tornado uma banda de ‘hard-pop-country-rock’ e as desavenças entre Jon Bon Jovi e Richie Sambora (leia mais clicando AQUI) talvez sejam refletidas na econômica participação do guitarrista, o Bon Jovi continua com sua principal característica que é a de fazer músicas marcantes e melodias fáceis. Não é um álbum para ser ouvido de ‘cabo a rabo’, já que há umas baladinhas cafonas e dispensáveis como sempre, mas há boas faixas como “Army of One”, “That’s what the water made me”, “What about now” e “With these two hands”:

Espero que tenham gostado da seleção! Comentários são sempre bem-vindos!

Jean Miranda

Twitter: https://twitter.com/jean_miranda

Mais sobre Futebol e Rock’n’Roll também no meu blog: http://blog-na-mira.blogspot.com.br/

Comentários

  1. […] OS MELHORES LANÇAMENTOS DO 1° SEMESTRE DE 2013 […]