A saga do 6-3-3: Campeão Brasileiro de 2006

 

Salve Nação tricolor e rock´n´roll

 

Dando continuidade à Saga do 6-3-3 do Maio do Mundo hoje é dia de falar sobre o inicio da era Muricy, em 2006 o Tricolor conquistava o Tetra Campeonato Brasileiro. O time tricolor que vencera tudo em 2005 foi desmontado; jogadores importantes como Lugano, Cicinho, Amoroso e Grafite deixaram o tricolor e era hora de recomeçar… O cenário era para um ano difícil com reformulação de elenco e a probabilidade de títulos era remota, mas tinha um cara que não se contentaria apenas em fazer reformulação, em montar time, em ser coadjuvante… Esse cara veio para vencer e embora tivesse em suas mãos um elenco cansado de vencer tirou o máximo desse elenco e conseguiu levar o titulo com duas rodadas de antecedência, esse cara foi Muricy Ramalho e começava no São Paulo a era do “Aqui é Trabalho Meu filho”.

6-3-3 fundo branco

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2006 repetiu a fórmula de disputa dos últimos anos, com todos os times se enfrentando em turno e returno. Seguindo planejamento iniciado no ano de 2003, o número de clubes nas Séries A e B foi reduzido para 20 em cada. Com duas rodadas de antecedência, o São Paulo sagrou-se campeão, conquistando o seu quarto título nacional. O clube comemorou o título no dia 19 de novembro no estádio do Morumbi, em jogo contra o Atlético Paranaense que terminou empatado em 1 a 1. O campeonato marcou o surgimento de novos técnicos, como Caio Jr. pelo Paraná Clube e Renato Gaúcho pelo Vasco, ambos ex-jogadores.

 

SPFC-CampeãoBrasileiro2006

 Ficha Técnica do jogo do título:

19.11.2006 – São Paulo (SP)
Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)

SÃO PAULO Futebol Clube 1 X 1 Clube ATLÉTICO PARANAENSE

SPFC: Rogério Ceni (capitão); Ilsinho, Fabão, Miranda e Junior; Mineiro, Josué, Souza (Thiago Ribeiro) e Danilo; Leandro (Alex Silva) e Aloísio (Lenilson). Técnico: Muricy Ramalho.
Gols: Fabão , 25’/1.

CAP: Cléber; Evanílson, Danilo (capitão), Gustavo e Michel; Erandir, Alan Bahia (Marcelo Silva), Cristian e David Ferreira; Marcos Aurélio (Válber) e Denis Marques (Paulo Rink). Técnico: Oswaldo Alvarez.

Árbitro: Alicio Pena Junior
Renda: R$ 684.733,00
Público: 68.237 pagantes
O São Paulo sagrou-se Campeão Brasileiro na 36ª rodada (duas de antecipação)!

Campeonato relativamente fácil para a torcida, depois de um 2005 muito tenso quando o tricolor venceu a Libertadores e o Mundial com muita dificuldade (principalmente o Mundial), a torcida estava mais light, mais tranquila; e o São Paulo facilitou para a torcida. 78 pontos; 22 vitórias, 12 empates e apenas quatro derrotas; 68,4 % de aproveitamento e titulo conquistado com duas rodadas de antecedência, foi assim que o time de Mineiro, Miranda, Josué e do M1to comandados por Muricy presentearam a torcida com o quarto título Brasileiro. O jogo do título foi um empate em 1 X 1 e o herói tricolor foi Fabão que marcou aos 24 minutos do primeiro temo aproveitando uma bela assistência de Souza que fez um bom campeonato. Assim como o campeonato o jogo foi fácil para o torcedor, não me estressei, sabia que o título viria e que a torcida iria entrar de férias mais cedo em 2006. São Paulo é Tetra e começa a era Muricy, a era do “Aqui é Trabalho Meu Filho”.

 

Confira o jogo do título na integra:

 

Um abraço a todos e até a próxima semana quando vamos falar sobre o Penta.


Guine

Siga no twitter
www.twitter.com/Guine_SPFC
Discussões e opiniões sobre futebol e sobre o Tri-Mundial.