SÍNDROME DOS CRUZAMENTOS.

 

Síndrome dos Cruzamentos

No clássico SAN-SÃO me chamou atenção no time do SPFC um excesso de cruzamentos que por sinal estão sendo mal executados pelos meias e laterais, me incomoda o fato do time sempre procurar fazer esse tipo de jogada parecendo que é a única arma ofensiva do time.

Tem horas que parece que o SPFC está jogando em um campo desnivelado onde a bola descai para as laterais, em determinadas jogadas os jogadores estão à frente da área com condições até de tentar o chute ou uma jogada individual em direção ao gol, mas preferem buscar um jogador pelos lados para que esse possa fazer o cruzamento.

Claro que esse fundamento já rendeu e ainda pode render muitos gols em prol do  tricolor mas se tornou a única jogada de ataque tornando assim uma equipe fácil de ser marcada, sinto falta de jogadas pelo centro em frente a área chutes de média e longa distância como caminho para chegar ao gol, ao meu ver a ausência dessas jogadas tem relação com a queda de rendimento do nosso 10 que vestia a 7 pois é ele que povoa esse setor do campo, Hudson também pode tentar essas jogadas já que tem mais liberdade de chegar ao ataque quando faz dupla de volantes com Jucilei.

Vejo também quem em determinados jogos o Aguirre poderia abrir mão de um dos volantes e colocar o Shaylon em campo, mudando o desenho tático de 442 para 4141 com Nenê e Shaylon jogado a frente da área adversaria.

Resumindo, falta alternativas ofensivas ao time.

Siga no twitter: @amaury10miranda 

Sobre Amaury Miranda 23 Artigos
Amaury Miranda. Tem 30 anos, trabalha de estoquista/vendedor no grupo RG Pneus longana.