INOFENSIVO, TRICOLOR DÁ ADEUS AO G4

Blog Tricolor

Torcedor tricolor on the rock

 

Mais um vexame na conta de Fernando Diniz e o São Paulo perdeu dentro de casa para o Fluminense, ressuscitando o morto time das laranjeiras, por 2×0. Assim o tricolor perdeu a última chance de se conquistar uma vaga direta a Libertadores da América, pois foi ultrapassado pelo Grêmio e com este futebol mixuruca dificilmente vai conquistar de volta.

Fernando Diniz é um caso a parte, nunca concordei com sua contratação. Não tem títulos e nem estopo pra comandar um time que sofre com os desmandos de administrações equivocadas no trabalho fora de campo, na preparação física e na escolha de jogadores. Não será um técnico que tem idéias até bonitas, mas que não combinam com um time, que tem um dos piores aproveitamentos de pontos em toda a sua história.

Por mais que haja necessidade de sequência de trabalho,Diniz e São Paulo são como a água e óleo,ou seja não se misturam,o toque de bola de lado irritante faz com que o São Paulo seja um time blasé que acha que vai vencer o seu jogo a qualquer momento.Falta vontade.garra,inconformismo,os jogadores do São Paulo dão a impressão que se satisfazem em não ganhar.

 –

Se Diniz começou mal em sua escalação mandando a campo três volantes: Jucilei, Tche Tche e Liziero, o que esperar de um volante com um estilo de jogo frágil, mal preparado fisicamente, depois a emenda ficou pior que o soneto mandando a campo Hernanes e Pato, que até aqui não justificaram o investimento pesado do São Paulo e são dois a menos em campo.

O São Paulo é um time inofensivo que não agride e incomoda o adversário, ganhou do fraco Chapecoense no último sábado porque jogou no contra-ataque, mas não só falta a convicção do técnico tricolor, que teve sua contratação exigida pelos principais jogadores do time, como essa falta de convicção nas idéias faz com que o time que vai a campo assuste e muito, e fazem que com que sua manutenção de Diniz seja algo temerário se o time for pra uma pré-libertadores.

Vale aqui dizer que pouquíssimos jogadores tem se destacado nesta temporada, reflexo do péssimo trabalho do diretor de futebol Raí que se mostra refém de contratações equivocadas e de péssimas escolhas para o departamento de futebol. Perder para o Fluminense foi só mais um vexame e um choque de realidade ao torcedor que ainda achava que este time poderia render na temporada.

Diante de tantos vexames virou algo normal ver o São Paulo decepcionar o seu torcedor e a única torcida é para que Leco e seu trabalho horroroso possam deixar o tricolor o mais rápido possível, pois são cinco anos perdidos onde o maior do mundo virou um time comum e motivo de chacota para os times adversários. Situação que cansa e irrita, pois os conselheiros assistem calados os vexames (inúmeros) do time na temporada. Não há espaço para experiências num time grande como o São Paulo, um boeing que merece ter os melhores profissionais e não este arremedo que estamos vendo em campo. Se for a Libertadores não será algo definitivamente para se alegrar pois o risco de vexame poderá ser grande.

Grande abraço a todos!

Até a semana que vem!

 

Siga-me nas redes sociais

 

Twitter: @fernandocruz37

Instagram: fercione