TOM PETTY: divulgada causa da morte do músico

A família de Tom Petty divulgou nesta sexta-feira (19) que a causa da morte do músico foi uma overdose acidental de medicamentos para dor. O cantor americano morreu, aos 66 anos, em outubro de 2017.

Em publicação no Facebook, a esposa e a filha de Tom, Dana e Adria Petty, afirmaram que receberam a notícia do legista na manhã desta sexta. Elas contam que ele sofria de diversas dores, causadas por um enfisema, problemas no joelho e uma fratura no quadril.

“Apesar desse machucado doloroso, ele insistia em manter seu compromisso com seus fãs e fez uma turnê de 53 shows com um quadril fraturado, o que piorou o problema”, dizem.

“No dia em que morreu, ele foi informado que seu quadril tinha evoluído para uma ruptura completa e sentimos que a dor estava insuportável e foi a causa do seu uso excessivo de medicamentos”, explicam.

Elas dizem que esperam que a notícia dê início a “uma discussão mais aprofundada da crise de opioides”. “Sentimos que é uma discussão saudável e necessária e esperamos que possa salvar vidas. Muitas pessoas que passam por uma overdose começam com um machucado legítimo e ou simplesmente não entendem a potência e a natureza mortal dessas medicações.”

Dana e Adria terminam a nota em uma observação positiva. “Agora sabemos com certeza que ele se foi sem dor e exausto de uma maneira linda depois de fazer o que ele mais amava, uma última vez, se apresentando ao vivo com sua banda de rock incomparável para seus fãs leais na maior turnê de seus mais de 40 anos de carreira. Ele estava extremamente orgulhoso dessa realização nos dias antes de sua morte.”

Fonte: G1

Sobre Jean Miranda 940 Artigos
Formado em Letras, professor de Inglês, compositor amador. Rock’n’Roll na alma, Tricolor no Coração. Blogueiro por ‘necessidade’, mantém o blog ‘Na Mira: Futebol & Rock’n’Roll’