VALEU SÃO PAULO!

Tricolor

NAC-X-SAO-1

 

 

Bom dia nação Tricolor e Rock’n’Roll.

Acabou o sonho, em uma semifinal onde perdemos duas partidas com a influência da arbitragem o São Paulo foi eliminado da Copa Libertadores 2016. Após a expulsão no mínimo com excesso de rigor de Maicon no jogo de ida no Morumbi, ontem o árbitro deixou de dar um pênalti para o São Paulo, aos 47 minutos do primeiro tempo, que em caso de gol certamente mudaria a história da partida e expulsou dois são paulinos por reclamação ao marcar pênalti em favor do time colombiano (a bola bateu na mão do jogador tricolor que estava de costas para o adversário). O adversário é um grande time, mas essa semifinal será lembrada na história como definida pela arbitragem, pois nos dois jogos o Atlético só passou a dominar a partida quando o São Paulo foi atrapalhado pela arbitragem.

Hudson-SPFC

Sem contar com Ganso, Maicon, Kelvin e João Schmidt; Bauza mandou a campo a seguinte formação: Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Lugano e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Centurion; Michel Bastos, Calleri e Wesley. No decorrer da partida entraram Alan Kardec, Luiz Araújo e Carlinhos; e esses jogadores muito bem comandados por Bauza deram conta do recado, apesar das dificuldades equilibraram na bola, no apito não dava, nada podiam fazer.

 

Primeiro tempo: Ótimo jogo.

 

O jogo foi equilibrado, o São Paulo marcou o gol primeiro, cruzamento de Michel Bastos e gol de Calleri, pouco depois Lugano falhou e Borja empatou. Depois foi um jogo muito bom, o Atlético mais cauteloso e consciente,  já o São Paulo tentando marcar seu gol, cada time teve duas oportunidades, o São Paulo perdeu duas: uma na trave e na outra Calleri não chegou, o Atlético teve mais duas oportunidades e mandou as duas para fora, aos 47 minutos o jogo começou a ser decidido; pênalti sofrido por Hudson e não marcado. Intervalo: Atlético Nacional 1 x 1 São Paulo. A arbitragem interferiu no resultado.

Segundo tempo: Só deu Atlético… e o Sr. arbitro.  

O São Paulo voltou do vestiário diferente, pior; não sei se a não marcação do pênalti em Hudson baixou o moral da equipe, mas o que vimos em campo foi um Atlético Nacional que veio para cima e um São Paulo que tentava se defender e viu Denis salvar o time em duas oportunidades, mas aos 30 minutos o árbitro marcou pênalti de Carlinhos e definiu não só a partida, mas também a vaga, gol do Atlético e revolta do São Paulo, que teve Lugano e Wesley expulsos. Depois não teve mais jogo, o Atlético tocou a bola e esperou o fim da partida. Final: Nacional 2×1 São Paulo. Tricolor muito prejudicado pela arbitragem.

Substituições no tricolor:

Todas no segundo tempo:
10 minutos, sai: Hudson, entra: Alan Kardec
16 minutos, sai: Centurión, entra: Luíz Araujo 
27 minutos, sai: Mena, entra: Carlinhos

 

Notas do jogo:

Hoje não tem nota e sim parabéns para Bauza e seus comandados que levou o “desacreditado” São Paulo a uma semifinal onde foi eliminado pela arbitragem, esse time superou a falta reforços, os desfalques e com apenas seis meses de trabalho foi o melhor brasileiro na competição continental. Agora é manter a comissão técnica, reforçar o elenco e buscar continuar esse bom trabalho; pois se com cinco meses chegamos onde chegamos, acho que a continuidade vai nos levar a voos mais altos.

Bauza-Bom-Trabalho

Hora de a torcida trocar o #VivemosLibertadores, #RespiramosLibertadores pelo #VivemosSãoPaulo e #RespiramosSãoPaulo, o time sofrerá um desmanche e precisará de apoio nesse novo momento.

Um abraço a todos e até a próxima.

Guine

 

Siga no twitter

www.twitter.com/Guine_SPFC

Discussões e opiniões sobre futebol e sobre o Tri-Mundial.